Recomendação aos Pais

O homem e a mulher trazem regras e crenças das suas famílias de origem. Com o casamento passam a negociar e a construir as bases que irão reger a sua família. O casal frente à chegada dos filhos deixa de viver uma relação a dois. Com filhos bem pequenos passam a enfrentar novas questões. E com os filhos na adolescência os desafiam são grandes. Os pais necessitam de constante atenção para manter uma comunicação saudável:

. Procure sempre conversar sobre suas expectativas da vida, estimulando com isso que seu filho também expresse suas necessidades;

. Seja atento ao comportamento, as reações e aos sinais não verbais dos seus filhos;

. Fale sobre seu trabalho e acompanhe o desenvolvimento de seu filho na escola e no social;

. Estimule seu filho a participar das atividades familiares;

. Coloque as regras de forma clara para que o filho entenda a razão de poder ou não fazer algo;

. Desenvolva a capacidade de negociar com o seu filho, para que ele também possa negociar seus impasses;

. Não ridicularize nem castigue seu filho, não grite, não seja abusivo e não use de violência;

. Se falhar em algo, admita seu erro, esperando que ele também possa admitir os seus;

. Use sempre o diálogo, para que seu filho possa refletir sobre algo errado e suas consequências;

. A educação autoritária, imposta, não negociada, agressiva, punitiva e ameaçadora não traz bons resultados;

. Se seu filho está distante, procure se aproximar;

. Se seu filho está agressivo, trate-o com mais carinho;

. Se não entende seu filho, fique atento ao que pode estar bloqueando sua compreensão;

. Acredite que seu filho tem muito mais tendência a assimilar e copiar os pais, no bom e no ruim;

. Você é o responsável por seu filho no quanto ele possa sentir a família como seu apoio e principal rede.

This entry was posted in Adultos, Casais. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta